Hoje eu recebi uma mensagem de alguém no LinkedIn procurando por um emprego no VivaReal. Ele me disse que tinha interesse em trabalhar na área comercial e que queria conversar comigo.

Com centenas de pessoas trabalhando no VivaReal e com a nossa contratação agressiva, simplesmente não é escalável para mim entrevistar cada pessoa. Eu transmiti a mensagem de que ele deveria passar pelo nosso processo formal de RH. Ele então respondeu que ele enviou o seu CV, mas que não tinha recebido resposta. Eu, então lhe enviei esta mensagem:

"Eu sinto muito, mas eu não estou ciente dos detalhes. Talvez tente escrever uma carta sobre o porquê você acha que iria contribuir significativamente para a missão da nossa empresa. Pense fora da caixa. Faça algo único para ser notado. Eu não posso te ajudar porque não é assim que nós trabalhamos, mas talvez estas dicas vão te ajudar a ser visto. Nós temos muitas vagas no momento e estamos sendo bastante seletivos ".

Lembro-me de quando eu comecei meu primeiro emprego. Tinha 19 anos e me candidatei para trabalhar em uma empresa chamada Z57. Eles vendem sites de imobiliárias e soluções de marketing para corretores imobiliários em todo os Estados Unidos. Eu passei pelo processo de entrevista e não fui selecionado inicialmente. Eles provavelmente ficaram preocupados porque eu era muito jovem. Acabei escrevendo para o gerente de seleção uma longa carta detalhando a minha filosofia de trabalho e ética e como eu me identificava com a cultura da empresa.

Mostrei um interesse profundo e vontade de fazer o que fosse preciso para fazer o trabalho. Recebi uma ligação logo depois e fui convidado para uma outra entrevista.  A empresa acabou me contratando e me tornei o funcionário mais jovem da empresa. Em meu programa de treinamento, lembro que havia um cara que tinha o dobro da minha idade,  senti que tinha muito a provar. Acabei entregando bons resultados e contribuindo positivamente para a equipe.

Só para expandir meus pensamentos sobre ser notado: não recomendo que você persiga o gerente de RH ou CEO. Isso não vai funcionar, na verdade ele pode realmente se assustar então, eu prefiro os encorajar a pensar de forma diferente. Não seja tão convencional. Se você está aplicando para uma posição de vendas, por que não entrar em contato com alguém que já está em nossa equipe de vendas e convidá-lo para um almoço ou café para saber mais como é trabalhar aqui? Estou certo de que você vai aprender algo que poderia ser útil caso se encontre com a nossa equipe.

Se você está se candidatando para uma posição de designer de UX, faça uma lista de 10 melhorias que você acha que podemos fazer em nosso site (faça alguns mock up de projetos) com suas suposições sobre potenciais resultados / impactos que mudanças teriam sobre os nossos negócios. Tenho certeza de que alguém em nossa equipe irá compartilhar com você algumas metas de alto nível para UX que pode ser perspicaz para você pensar. Fico surpreso com a quantidade de pessoas que se aproximam das empresas de uma forma chata. Mostre paixão, criatividade e interesse.

Eu gosto da história de Alec Brownstein. Brownstein trabalhou como redator em uma grande agência de publicidade internacional, mas ele não queria nada mais do que trabalhar em uma empresa criativa com um dos melhores diretores de criação, em Nova York. Leia mais neste texto do Mashable.

Enquanto pesquisava seus diretores de criação favoritos no verão passado, Brownstein notou que não havia links patrocinados ligados a seus nomes. Então ele pesquisou por ele mesmo "com uma frequência embaraçosa", ele percebeu que os diretores de criação faziam o mesmo, então ele decidiu comprar seus nomes no Google AdWords.

"Todo mundo se pesquisa no google", explicou Brownstein. "Mesmo que não admitam. Eu queria invadir aquele momento secreto, egoísta quando [os diretores de criação que eu admirava] eram mais vulneráveis."

Brownstein foi a única pessoa querendo comprar os nomes dos cinco diretores de criação que ele mais admirava, ele conseguiu chegar ao topo pesquisa com apenas 15 centavos por clique. Sempre que alguém faz uma pesquisa de um dos nomes do diretor de criação, a seguinte mensagem aparece no topo da página: "Hey, [nome do diretor]: ser pesquisado por si mesmo é muito divertido. Me contratar é divertido também "com um link para o website de Brownstein, alecbrownstein.com.

Durante os meses seguintes, Brownstein recebeu telefonemas de várias pessoas sobre os diretores de criação, cujo nome ele havia comprado. E, finalmente, no fim do ano, ele recebeu uma oferta de trabalho de dois: Scott Ian e Virtrone Reichenthal de Y & R Nova York.

Toda a campanha custou-lhe $6.

Mas as recompensas para a criatividade de Brownstein não terminaram ali. Ele também recebeu prêmios na categoria autopromoção em dois grandes prêmios de publicidade, The One Show e The Clios.

Perguntamos à Brownstein se ele tem algum conselho para as pessoas que estão tentando realizar seu sonho de trabalhar com marketing via internet. "Não tenha medo de mostrar-se de uma maneira interessante ", disse ele." As pessoas para quem você quer trabalhar não podem contratá-lo por menos do que você já é. Então, atire para a lua. "

Eu amo essa mentalidade. Ele mostra que você tem coração e força. Essas são duas coisas que estamos procurando no VivaReal. Claro, você precisa ter habilidades também, mas ter uma abordagem diferente vai aumentar muito a probabilidade de que obter sucesso em sua busca.

A propósito, veja nossas referências no LoveMondays. Este é um ótimo site para você saber mais sobre o seu futuro empregador e entender como é a cultura da empresa. Confissão: Eu sou investidor no LoveMondays.

Além disso, confira nossas vagas em aberto se você acha que o VivaReal seria um bom lugar para você. Estamos sempre em busca de pessoas apaixonadas que partilhem da nossa missão de ajudar as pessoas a encontrar e viver na casa dos seus sonhos.